[Resenha] Salva por um cavalheiro (As Irmãs Cynster #2) || Stephanie Laurens



SINOPSE :


Impetuosamente sequestrada do baile de noivado de sua irmã Heather Cynster com o Visconde Breckenridge, Eliza desperta em um coche estranho a caminho de Edimburgo… Após passar 3 dias e 3 noites sedada, ela fará de tudo para escapar — nem que precise fingir estar desacordada para enganar seus algozes ao longo do percurso. Enquanto percorre os prados escoceses pensando em pergaminhos a serem decifrados e em uma esposa com quem possa compartilhar a vida, o erudito Jeremy Carling é pego de surpresa ao ver uma mulher gritando desesperada de dentro de um coche. Parecia alguma conhecida… Alguém a quem fora apresentado em um salão londrino… Mais precisamente… Eliza Cynster!A pesar de não ser nenhum herói, e sim um especialista em hieróglifos de grande prestígio, seu código de cavalheiro jamais permitiria ignorar uma dama aflita! Mas o perigo os espreita sorrateiramente na forma de um lorde misterioso que insiste em se apoderar de uma das irmãs Cynster. Um confronto à beira do penhasco colocaria um ponto final aos ardis do vilão oculto? Ou seria o momento certo para Eliza e Jeremy ousarem assumir um amor que nasceu em meio a tantos percalços? Em Salva por um cavalheiro, Stephanie Laurens presenteia seus leitores com a apaixonante história de Eliza, a segunda irmã Cynster, e Jeremy. Ao longo das estradas, vales e montanhas que ligam Edimburgo a Londres, a autora desenvolve uma narrativa audaciosa com personagens sedutores em uma trama de mistério capaz de prender a atenção até a última página.





Salva por Um Cavalheiro
Por Bruna Moraes


’Uma paixão que até aquele momento, ele não sabia que existia dentro dela.
Uma paixão que era um fogo, um calor feminino.
Uma paixão que, literalmente, fazia com que os dedos de Jeremy curvassem de desejo (...)’’

Durante o noivado de sua irmã, Eliza Cynster é raptada a mando do aristocrata misterioso apelidado de McKinsey. No meio da viagem, ela é vista pelo erudito Jeremy Carling, que tem de deixar de ser o estudioso pacato para se transformar no herói da donzela em perigo. Durante essa longa jornada cheia de mistérios, reviravoltas e emoção os dois acabam se apaixonando.
Eu estava temerosa de ler esse livro, queria muito começar, mas minha experiência com o primeiro livro da série com descrições exacerbantes e cenas de sexos imensas, deixaram-me com preguiça. A curiosidade e a linda sinopse despertaram uma grande vontade de iniciar essa história.  Que bom que isso aconteceu, porque eu amei o livro. Eliza é uma protagonista que é a filha do meio, não é a mais sagaz, não é a mais corajosa, não tem a personalidade forte das outras irmãs, não sabe montar bem a cavalo, não gosta de caminhar, prefere os bordados e a música. Isso a leva a se comparar com suas irmãs, às vezes sendo vista como a mais fraca entre elas. Durante a jornada de volta para casa, é posta à prova em vários momentos, tendo de superar seus limites. Assim, junto com ela somos surpreendidas com o seu amadurecimento, com a força que ela demonstra ao superar os obstáculos, sendo uma parceira de Jeremy e não um peso, de indefesa, não tinha nada.  Jeremy Carling é um erudito renomado, com conhecimento em línguas antigas, que prefere ficar em sua biblioteca a bailes da sociedade (me identifiquei rs). O seu estereótipo não é do típico salvador de alguém, ele mesmo reconhece o fato, no entanto a sua inteligência é altamente necessária para que os dois consigam escapar do sequestrador e do aristocrata. Acostumado a ter uma vida calma, sem problemas, com tudo bem planejado, Jeremy tem de enfrentar a cada instante imprevistos que os deixam mais próximos do perigo e de seus inimigos. Ao longo da viagem, o amor vai florescendo entre eles, sem que se dessem conta, quando o desejo fica evidente, decidem agir como são e não como a sociedade espera deles, tornaram-se livres para fazer o que quisessem ou sentissem. Eu amei essa oportunidade deles se curtirem, se beijarem e se entregarem um ao outro, sem o peso opressivo das regras sociais. A cenas de beijo e sexo são lindas, não são longas nem desnecessariamente descritivas, pelo contrário, são perfeitas, românticas, um sonho. Quando conseguem chegar em um lugar seguro, onde seus amigos e (todos) os familiares estão presentes, eles sentem a velada pressão da necessidade de se casarem, pois ficaram muitas noites juntos sozinhos. Eles se amam, mas até então não tinham se declarado e, estavam inseguros não sabendo se eram correspondidos. Por causa de suas naturezas mais reservadas, mais calmas e pelo jeito sério de Jeremy, todos os seus conhecidos acham que eles formam um par improvável, que não estariam juntos se não fosse o sequestro, não vendo a possibilidade de um casamento por amor, só por honra. Isso irrita tanto Jeremy quanto Eliza, resultando em uma cena de declaração lindaaaaaaaaaaaaaaaaaa, quando eles confessam seu amor, prepare querida leitora, você fica sem ar, MUITO ROMÂNTICO! A felicidade entre eles é tanta que eles deixam explicitamente claro para suas famílias e toda a sociedade londrina que a ligação entre eles é de um puro e verdadeiro amor.
Não é só o casal de apaixonados que brilha durante o livro, o vilão escocês McKinsey também rouba nossa atenção. Desde o primeiro livro ele me conquistou, sendo forçado pela mãe a fazer o sequestro de alguma irmã Cynster, ele faz o possível para que durante o evento ela esteja com uma dama de companhia, com conforto e respeito. Além disso ele é movido pela honra, pois mesmo quando Eliza foge do sequestrador, sua única preocupação é se ela está bem e se seu salvador é um homem digno de confiança. Acreditem em mim ele arrisca muito para mantê-la segura. Estou curiosa para saber mais dele, ele é o vilão mais amado de todos. Pelo que eu pude perceber, o terceiro livro vai ser incrível, Angélica Cynster é uma menina-mulher cheia de personalidade, que não medirá esforços para encontrar o amor de sua vida. Acho que isso acontecerá mais rápido do que ela pensa.

4 estrelas

Compre e leia também!

ISBN-13: 978-8569514688
ISBN-10: 8569514689
Ano: 2017 / Páginas: 352 / Capa Comum
Idioma: português
Editora: Harper Collins

Comentários